Entrevistas

Parque Zoobotânico Vale abriga 254 animais no Pará
Foto Institucional Filhotes de onça nasceram no Parque Zoobotânico Vale / Crédito: Vale
17 de Novembro de 2014

O Parque Zoobotânico Vale (PZV) é o lar de 254 animais de 52 espécies. Situado em Parauapebas, sudeste do Pará, o PZV está inserido dentro da Floresta Nacional de Carajás, área de conservação ambiental federal. O parque é administrado e mantido e mantido pela empresa  Vale.

Em uma área de 300.000 metros quadrados (m²), os visitantes podem conhecer, gratuitamente, espécies ameaçadas de extinção, como a arara-azul-grande (Anodorhynchus hyacinthinus); macaco aranha-da-cara-vermelha (Ateles paniscus); e Jaguatirica (Leopardus pardalis). Além dos animais, o PZV possui orquidário, sala de coleções, auditório, área de exposição e sala de educação ambiental. Em média, o parque recebe 10 mil visitas por mês.

Confira a entrevista com André Mourão, supervisor do Parque Zoobotânico da Vale.

Amda - Como o Parque Zoobotânico surgiu? O que levou a Vale a investir em um espaço para animais silvestres?

André Mourão - O Projeto Carajás teve uma inovação na área ambiental. Foi comentado pelo nosso primeiro gerente de meio ambiente que o foco era fazer algo muito diferente de Itabira/MG. Mas a criação do Parque Natural de Carajás (hoje o PZV) foi uma ideia única do presidente da Vale, Eliezer Batista. Por ser um admirador da fauna brasileira, ele quis criar um zoológico com conceitos modernos para abrigar um mostruário representativo da Amazônia e que ajudasse na promoção da educação ambiental.
 
Amda - Quando ele foi criado?

A.M - 1985

Amda - Qual o tamanho da área do PZV e quanto tempo foi preciso para sua implantação?

A.M - O PZV tem 300.000m². Tempo de execução: dois anos e meio.

Amda - Quantos funcionários trabalham no parque atualmente e em quais setores?

A.M - 1 - Assistente Administrativo
1 - Supervisor / Med. Veterinário
1 - Identificador Botânico
1 - Téc. de Meio Ambiente / Paisagista
1 - Téc. de Meio Ambiente / Téc. em Zoologia
1 - An. Meio Ambiente / Biólogo
1 - An. Meio Ambiente / Botânico
1 - Téc. de Meio Ambiente / Téc. Enfermagem
14 - Tratadores
7 - Aux. de serviços gerais / manutenção
4 - Serviço de vigilância

Amda - Atualmente, quantos animais o parque abriga?

A.M - 254 animais de 52 espécies

Amda - Quantos bichos ameaçados de extinção vivem no local? Cite alguns.

A.M - Arara-azul-grande (Anodorhynchus hyacinthinus) - três casais
Ararajuba (Guarouba guarouba) - cinco casais
Gavião-real (Harpia harpyja) - um casal
Cuxiú-de-uta-hick (Chiropotes utahickae) - três machos
Macaco aranha-da-cara-vermelha (Ateles paniscus) - dois casais
Macaco aranha-de-testa-branca (Ateles maginatus) - um casal
Macaco barrigudo (Lagothirx lagotricha) - um casal
Macaco guariba (Alouatta belzebul) - 12 indivíduos
Jaguatirica (Leopardus pardalis) - dois machos e uma fêmea
Onça (Panthera onca) - três machos e quatro fêmeas (incluindo casal de filhotes)
Suçuarana (Puma concolor) - um macho e duas fêmeas

Amda - Como estes animais chegaram até a Vale? Há alguma parceria com o Ibama?

A.M - 1 - Adquiridos de outros zoológicos;
2 - Nascidos no PZV;
3 - Apreensões e entregas voluntárias ao Ibama e ICMBio.

Amda - Animais vítimas de maus tratos ou tráfico também são recebidos pelo PZV? Em caso positivo, esses bichos recebem algum tratamento especial?

A.M - Animais com essa procedência são recebido por intermédio do Ibama [Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis] ou ICMBio [Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade], o PVZ não recebe animais trazidos pela comunidade. O que são recebido do Ibama e ICMBio recebem tratamento especial sim. Após tratamento são avaliados e se aptos reintroduzido na natureza, do contrário, são destinados a outros zoos ou incorporados ao plantel do PZV.

Amda - O parque continua recebendo novos animais? Como acontece este processo?

A.M - Sim.
1 - Adquiridos de outros zoológicos;
2 - Nascidos no PZV;
3 - Apreensões e entregas voluntárias ao Ibama e ICMBio.

Amda - Quais espécies participam do Programa Nacional de Reprodução em Cativeiro?

A.M - As espécies inseridas no Programa de Reprodução são a Ararajuba (Guarouba guarouba) e a Arara-azul-grande (Anodorhynchus hyacinthinus).

Amda - Há iniciativas de reintrodução na natureza associados?

A.M - O programa de reprodução em cativeiro é o primeiro passo para se estabelecer uma população viável para reintrodução, mas esse é um processo longo e demorado que não depende individualmente dos zoos, é preciso que haja parcerias entre os zoos e que o Ibama também tome as rédeas desse processo para que haja sucesso.

Amda - O parque possui ações de educação ambiental contra caça e tráfico associados? É desenvolvido algum projeto com a comunidade no entorno da Floresta Nacional de Carajás?

A.M - Sim, o PZV realiza ações de EA relacionadas aos mais variados temas.


Notícia relacionada:

Dois filhotes de onça nascem em parque da Vale

Agenda

Casa Autossustentável: É Possível?
Terça ambiental
04 de Julho de 2017