Array
Notícias

Equador expande Reserva Marinha de Galápagos em 60 mil km2

Array
Equador expande Reserva Marinha de Galápagos em 60 mil km2

O governo do Equador anunciou a criação de uma nova unidade de conservação que acrescentará 60 mil quilômetros quadrados à Reserva Marinha de Galápagos, localizada no noroeste do arquipélago. O objetivo é proteger o Corredor Marinho do Pacífico Leste Tropical, que é utilizado como rota de migração por espécies ameaçadas, incluindo tartarugas marinhas, raias, baleias e tubarões.

A criação da reserva é o primeiro passo para cumprir compromisso assumido pelo Equador, Colômbia, Costa Rica e Panamá durante a Cúpula do Clima da ONU (COP 26) realizada no ano passado. Declaração assinada pelos líderes dos quatro países indica que a medida ajudará a proteger 30% de suas águas marinhas até 2030.

Com a expansão da Reserva Marinha de Galápagos, serão 198 mil quilômetros quadrados de habitat marinho protegidos, o que garante rota segura para as espécies que viajam para a Ilha dos Cocos, na Costa Rica. Em uma parte da nova reserva, todas as atividades pesqueiras ficam proibidas, enquanto na outra fica vedada apenas a pesca com espinel.

“Esta área tem uma das mais ricas concentrações de biodiversidade do planeta, incluindo uma ampla gama de espécies migratórias, portanto, ao garantir esta nova área protegida, uma grande vulnerabilidade para a fauna marinha que anteriormente era um paraíso para a pesca industrial, incluindo a pesca de barbatanas de tubarão”, afirmou Washington Tapia, diretor de conservação da organização Galápagos Conservancy.

Notícia realacionada:

Tartaruga gigante é vista no Equador após um século desaparecida