Array
Notícias

Urina coletada no carnaval de BH será transformada em adubo

Array
Urina coletada no carnaval de BH será transformada em adubo
Banheiros instalados pelo projeto / Crédito: Paula Passos Folhapress

Enganou-se quem pensou que carnaval e sustentabilidade fosse uma combinação improvável. O “xixi” dos foliões coletados durante o carnaval deste ano em seis banheiros químicos espalhados pela capital será transformado em fertilizantes agrícolas para uso no Jardim Botânico da cidade.

A iniciativa pioneira é fruto de parceria entre a Empresa Municipal de Turismo de Belo Horizonte (Belotur) e a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Para produção do adubo, os pesquisadores irão reaproveitar a quantidade abundante de fósforo presente na urina – cerca de 300 ml por litro. O elemento é essencial para crescimento de plantas e muito utilizado em adubos. A cada 100 gramas de material coletado, serão recuperados 10 gramas de fósforo. Ao todo, devem ser gerados 10 kg do elemento.

Durante o carnaval, duas cabines ficaram fixas na avenida Brasil e as outras circularam em diferentes bairros da cidade. No sábado estiveram na Praça da Liberdade; no domingo, no Santa Tereza; na segunda-feira, no Barreiro; e na terça-feira, no Santa Efigênia.

De acordo com o químico responsável pelo projeto e doutorando em inovação tecnológica pela UFMG, Arthur Silva, o fósforo hoje é obtido principalmente pela mineração, uma fonte finita. Por isso é importante encontrar alternativas sustentáveis de reutilização do fósforo, como é o caso da urina.