Array
Notícias

Instituto registra extinção de algumas espécies de abelha

Array
Instituto registra extinção de algumas espécies de abelha
Abelhas: sem abelhas

O instituto americano, US Fish and Wildlife Service (FWS), colocou a abelha na lista de espécies em extinção. Caso as abelhas entrem realmente em extinção, o problema será muito além do mel. As plantas serão castradas, já que as abelhas servem de órgãos sexuais para as plantas, que dependem do transporte do seu pólen pelas abelhas.

Junto com as abelhas as plantas também morreriam, o que nos afetaria diretamente, já que dois terços dos alimentos que consumimos vem de algum vegetal que necessitam das abelhas para se reproduzirem. O caos ainda não está instaurado, pois na lista da FWS entraram apenas 7 espécies das 25 mil existentes. As espécies são: Hylaeus Anthracinus, Hylaeus Longiceps, Hylaeus Assimulans, Hylaeus Facilis, Hylaeus Hilaris, Hylaeus Kuakea e Hylaeus Mana.

Queda

De 2012 para 2013 os apicultores da Europa registraram uma queda de 53% dos insetos, nos EUA o registro foi de 31% e no Brasil de 30%. As reclamações estão sendo registradas desde 2006, quando os apicultores perceberam a queda.