Array
Notícias

Tartaruga fica ferida após ser retirada do mar por turistas para fazer selfies

Array
Tartaruga fica ferida após ser retirada do mar por turistas para fazer selfies
Animal foi ferido ao ser retirado do mar / Crédito: Foto modificada a partir do site metropoles.com

A busca irresponsável por aquela selfie inédita acabou ferindo mais um animal. Uma tartaruga marinha ficou ferida após ser retirada do mar por turistas na praia de Havana, em Rmeileh, no Líbano, no dia 14 de junho. O animal foi resgatado e está recebendo tratamento veterinário.

Imagens divulgadas mostram turistas retirando o animal da água e até montando sobre ele para conseguirem o clique perfeito. Em um vídeo, divulgado na página da ONG Green Area, que trabalha com conservação da vida marinha no país, é possível ver que tartaruga sofreu ferimentos na cabeça, que ficou perfurada. Ainda de acordo com informações da ONG, antes de ser retirado do mar, o animal foi agredido por um dos turistas.

No Líbano, é proibido ferir tartarugas-marinhas e outros animais, como baleias, mas ainda não há informações sobre a punição dos envolvidos.

A tartaruga foi resgatada e está sob os cuidados de veterinários, que vão tratá-la antes de devolvê-la ao mar. Acredita-se que ela esteve na região para desovar, já que a espécie costuma visitar regiões litorâneas do Líbano para deixar seus ovos nesta época do ano.

Casos similares vêm ocorrendo desde o início do ano. Em fevereiro, um filhote de golfinho morreu em uma praia da Argentina. O animal foi retirado do mar de Santa Teresita para algumas selfies com frequentadores da praia. Com uma pele frágil que não permite que o animal passe muito tempo longe da água, o golfinho superaqueceu e morreu.

Em março, a busca pela selfie acabou matando um cisne na Macedônia. Uma turista agarrou por várias vezes o animal, chegando a sufocá-lo. Após conseguir fazer a foto, a mulher largou o cisne à beira do lago e foi embora. Testemunhas contaram que o animal caminhou sem direção pela orla até que morreu.