Array
Notícias

Chile cria uma das maiores áreas de proteção marinha do mundo

Array
Chile cria uma das maiores áreas de proteção marinha do mundo
Crédido: MARTIN BERNETTI/AFP

O Chile anunciou, no último mês de outubro, um grande avanço para a preservação ambiental: a transformação de uma extensa parte do oceano na ilha de Páscoa em área de proteção marinha. O pronunciamento foi feito pela presidente Michelle Bachelet, ao inaugurar a conferência “Our Ocean”, realizada em Valparaíso, e que reúne parte das organizações ambientais mais importantes do planeta.

A nova área abrange 720.000 km² e, junto com as já existentes, “uma superfície total de mais de 1 milhão de quilômetros quadrados, tornando-se um dos maiores espaços de proteção do mundo”, garantiu a presidente chilena.

O mar da ilha de Páscoa é considerado um “oásis” de nutrientes numa área do Oceano Pacifico que é muito pobre em alimentos. Suas águas possuem propriedades minerais e temperatura favoráveis à existência de várias espécies em ambientes extremos. Segundo a organização de conservação The Pew Charitables Trusts, o lugar “é de grande importância para a desova de muitas espécies, incluindo o atum, tubarão, marlim e peixe espada”. Transformar estes locais em áreas de proteção contribui para que a fauna marinha local possa se reproduzir sem os perigos da pesca predatória e da poluição. “Sua proteção em grande escala iria preservar cerca de 142 espécies que não são encontradas em nenhum outro lugar do mundo”, completa Bachelet.

O prefeito da ilha de Páscoa, Edmunds Paoa, comemorou com o anúncio do projeto e afirmou que todos devem se esforçar para tornar o mundo mais sustentável. “Para conseguir a auto-sustentabilidade, devemos pensar em otimizar nossos recursos. Nosso recurso é o mar”, disse.

Além da nova área de proteção, Bachelet anunciou a criação do parque marinho Nazca-Desventuradas que abrange as ilhas de San Félix e Sam Ambrosio, próximo ao arquipélago de Juan Fernández. “Este parque marinho alcançará uma vasta superfície da Zona Econômica Exclusiva destas ilhas, com uma extensão de 297.000 quilômetros quadrados”, afirmou.

O parque se junta a uma Área Marinha Costeira Protegida, uma rede de Parques Marinhos e ao Arquipélago de Juan Fernández, integrando cerca de 13.000 quilômetros quadrados de superfície de área protegida.

Para a presidente, o país deu um passo muito importante. “Com as duas ações contribuímos muito para a conservação da rica biodiversidade marinha desta ampla zona do Pacífico”, comemorou.