Array
Notícias

A triste realidade dos vídeos fofos dos Lóris lentos

Array
A triste realidade dos vídeos fofos dos Lóris lentos
Crédito: YouTube/ Dmitry Sergeyev

Você já deve ter visto na internet vídeos de pessoas fazendo cócegas em Lóris lentos. Os pequenos colocam seus braços para cima como se estivessem adorando, mas, na verdade, fazer cócegas nesses fofos bichinhos é tortura. O alerta é do Internacional Animal Rescue (IAR), que gerencia o maior centro de Lóris lentos do mundo, e lançou uma campanha de conscientização.

“Quando alguém faz cócegas em um Lóris lento, ele levanta os braços acima de sua cabeça não porque está gostando, mas tentando se defender acessando uma glândula venenosa que fica dentro do seu cotovelo”, explicou o IAR em comunicado.

O compartilhamento de vídeos com Lóris tem aumentado drasticamente a comercialização ilegal desses animais, que são retirados de seus habitats e mantidos como animais domésticos. “Clipes no YouTube mostrando pessoas fazendo cócegas nos Lóris lentos ou alimentando-os à mão, levaram a um clamor de pessoas ao redor do mundo para possuírem um desses primatas tímidos e noturnos, apesar de serem completamente inadequados para uma vida como animais domésticos”, pontuou o IAR.

Para atender esta demanda, os pequenos animais estão sendo roubados do mundo selvagem em uma quantidade extraordinária, o que pode causar sérias implicações para o futuro da espécie. Quatro das oito espécies de Lóris lentos são classificadas como vulneráveis pela Lista Vermelha da IUCN – International Union for Conservation of Nature (União Internacional para a Conservação da Natureza), uma está criticamente ameaçada e as três restantes ainda precisam ser classificadas.

Em 2011, o IAR resgatou Cepat, que foi mantido como animal de estimação durante seis meses, preso em uma gaiola externa, sem proteção contra a luz solar ou o calor. Além disso, o pequeno teve seus dentes brutalmente removidos para que ele não consiga se defender. E, apesar de passar somente seis meses em cativeiro, ele desenvolveu uma doença óssea metabólica como resultado de sua pobre alimentação.
Embora o pequeno Lóris esteja finalmente recebendo o cuidado que merece no centro de resgate do IAR em Java, na Indonésia, ele nunca poderá retornar à natureza.

Infelizmente, a mania por Lóris lentos aumentou ainda mais depois que celebridades endossaram sua exploração. Lady Gaga estava planejando usar um Lóris em um vídeo no ano passado, mas ele ainda tinha dentes e a mordeu no set das filmagens. No ano anterior, Rihanna postou uma selfie com um Lóris lento, mas a polícia usou a imagem para encontrar os vendedores e confiscaram seus animais.

Por tudo isso, o IAR lançou a campanha “Fazer Cócegas é Tortura”, na expectativa de diminuir o número de animais capturados através da conscientização sobre o perigo desses vídeos e o quão inadequados os Lóris são para uma vida em cativeiro. O órgão acrescenta que, mesmo colocando de lado a demanda do comércio que os Lóris geram, fazer cócegas é um pesadelo para esses animais.

O grupo pede para as pessoas assinarem um compromisso, prometendo não compartilharem ou curtirem nenhum vídeo com Lóris e para conscientizar quando possível. “Pelo bem dos Lóris e pelo futuro de suas espécies, o clamor por esses primatas como animais de estimação deve acabar”, pontuou o IAR.

Assista ao vídeo da campanha e firme o compromisso de proteger os Lóris lentos! Você também pode fazer uma doação para ajudar nos cuidados de Cepat e seus amigos em Internacional Animal Rescue.

Com informações do Olhar Animal