Array
Notícias

Campanha virtual pede a criação do Parque Nacional de Serra Vermelha, no Piauí

Array
Campanha virtual pede a criação do Parque Nacional de Serra Vermelha, no Piauí
Crédito: Divulgação

Na semana da Mata Atlântica, festejada entre os dias 25 e 29 de maio, foi lançada uma campanha virtual pela criação do Parque Nacional de Serra Vermelha, no Piauí. A Rede Mata Atlântica (RMA), articulação de ONGs que atua em defesa do bioma, está liderando a campanha, que foi publicada no site da Avaaz, e já conta com mais de 1.000 assinaturas.

A região de Serra Vermelha, localizada no sul do Piauí, é uma área de tensão ecológica, marcada pelo encontro de diferentes tipos de vegetação da Mata Atlântica, Cerrado e de savanas estépicas da Caatinga. De acordo com informações divulgadas pelos organizadores da petição, o local é alvo de disputa da empresa JB Carbon, para fabricação de carvão vegetal. Em 2007, o projeto da empresa foi suspenso e a carvoaria fechada. No entanto, pequenas áreas passaram a ser arrendadas e surgiram carvoarias menores. Ainda hoje a exploração por madeireiros e grileiros permanece, ameaçando a Serra Vermelha.

Em 2009, o Ministério do Meio Ambiente (MMA) e Instituto Chico Mendes para a Conservação da Biodiversidade (ICMBio) recomendaram a criação do Parque Nacional Serra Vermelha, com 114 mil hectares, abrangendo os municípios de Curimatá, Morro Cabeça no Tempo, Bom Jesus e Redenção do Gurguéia, no Piauí. O processo para abertura de um procedimento administrativo para a criação do Parque está em trâmite no Governo Federal, mas necessita de mobilização da sociedade para avançar.

A petição afirma que seu objetivo da é ajudar a “preservar um dos maiores e últimos remanescentes de Mata Atlântica do Nordeste, com fenômenos raros de biodiversidade, hoje ameaçado por projetos de exploração para produção de carvão vegetal”. As assinaturas coletas pela campanha serão utilizadas para pressionar o governo estadual, MMA, Casa Civil e Presidência da República para criação da nova unidade de conservação.

Participe assinando a campanha.