Array
Notícias

Torre Eiffel sustentável

Array
Torre Eiffel sustentável
Crédito: CicloVivo

A Torre Eiffel agora é sustentável. O ícone arquitetônico passou por uma reforma e ganhou duas turbinas eólicas de eixo vertical que produzirão 10 mil quilowatts/hora de energia ao ano, o suficiente para abastecer o restaurante e a loja do primeiro pavimento do complexo.

O projeto faz parte da maior reforma realizada na torre nos últimos 30 anos e foi planejado com cautela durante mais de dois anos. A empresa responsável pela instalação é a norte-americana Urban Green Energy, que teve bastante cautela durante todo o processo, desde a escolha dos materiais até a logística para transportá-los ao segundo nível da torre.

A escolha pelas turbinas de eixo vertical deve-se ao tamanho, muito menor do que as estruturas usadas em parques eólicos, e à sua eficiência. Por ser proibido o uso de guindastes, os equipamentos foram erguidos por trabalhadores pendurados em cordas em um processo que levou dez dias. As turbinas também ganharam uma cor semelhante ao bronze desgastado da Torre Eiffel.

A reforma arquitetônica também inclui outras alternativas sustentáveis. A torre deve ganhar iluminação LED, um sistema de captação da água da chuva, para reutilização em sanitários, e painéis solares, instalados na cobertura de algumas áreas comuns.

Neste ano, Paris será sede da Conferência Climática da Organização das Nações Unidas (ONU) e o projeto aplicado na Torre Eiffel deve ser usado como demonstração das possibilidades para a redução da pegada de carbono.

Com informações do CicloVivo