Array
Notícias

São Paulo ganhará jardins verticais em 2015

Array
São Paulo ganhará jardins verticais em 2015
Edifício Honduras

Neste ano, a cor cinza que domina a cidade de São Paulo dará lugar ao verde. O grupo urbano Movimento 90° pretende construir, ao longo do ano, 8 mil metros quadrados de parques verticais, o equivalente ao tamanho de um campo de futebol, nas faces sem janelas e sem utilidade de 20 prédios próximos ao Minhocão, para criar uma espécie de corredor verde. A ideia é ocupar as paredes vazias com plantas.

Segundo reportagem da Folha de São Paulo, essas paredes lisas eram obrigatórias por lei no início do século 20 para que os prédios pudessem se colar uns aos outros. Na década de 1950, a lei mudou e exigiu que houvesse circulação de ar entre as construções. A partir daí, esses grandes espaços passaram a ser ocupados por propaganda, mas voltaram a ficar vazios com o surgimento da Lei Cidade Limpa, em 2007.

O jardim vertical que deverá ocupar essas paredes funciona como isolante térmico e pode diminuir em 30% a poluição do entorno. “Passam cerca de 120 mil carros pelo elevado todos os dias. Nossa intenção com esse projeto, além de ‘florestar’ as paredes, é mostrar a impotência dos moradores, que foram atacados com a construção desse aparelho público na década de 1970”, diz o paisagista e idealizador do Movimento 90°, Guil Blanche.

A instalação do jardim vertical depende unicamente da autorização dos moradores dos prédios. Das 20 construções previstas para receber os painéis, oito já concordaram. O investimento, que é de cerca de R$ 850 por metro quadrado, será financiado por empresas privadas, que também vão se responsabilizar pela manutenção.