Array
Notícias

Transposição do rio São Francisco deve ser concluída em 2016

Array
Transposição do rio São Francisco deve ser concluída em 2016
Crédito: Genival Paparazzi / Estadão

No primeiro semestre de 2016, as obras da transposição do rio São Francisco finalmente serão concluídas. A afirmação é de Gilberto Occhi, ministro da Integração Nacional. A obra acumula seis anos de atraso e é a mais cara do país. Inicialmente com orçamento previsto de R$ 4,7 bilhões, hoje está em R$ 8,2 bilhões.

Em entrevista ao jornal Estado de São Paulo, Occhi disse que até junho do próximo ano os dois canais de transposição estarão concluídos e levarão água para as regiões do agreste de Pernambuco, Paraíba, Ceará e Rio Grande do Norte. “As obras estão caminhando regularmente. Estamos com 11 mil homens trabalhando e com 70% das obras concluídas”, disse o ministro.

Sobre a expansão da transposição em dois novos eixos, previsto pelo ex-ministro Francisco Teixeira, Occhi declarou que não há previsão para essas obras. No momento existem dois eixos: o Norte com um canal de 402 quilômetros e o Leste com um canal de 220 quilômetros. Previa-se para inclusão no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 3) duas novas extensões: o Eixo Sul, rumo à Bahia, e o Eixo Oeste, em direção ao Piauí.

Transposição

A transposição do rio São Francisco teve início em 2007 durante o governo de Luis Inácio Lula da Silva. O projeto enfrentou manifestações de organizações ambientais, movimentos sociais e até greve de fome. Desde o começo, as obras se concentraram apenas na construção dos longos canais de concreto.

Por vários anos, ficaram de lado obras das estações de bombeamento de água, estruturas complexas e caras para bombear a água do rio entre os vários reservatórios da transposição. Esse descompasso causou prejuízos milionários, exigindo que as estruturas dos canais tivessem de passar por constante manutenção, sem nunca terem sido utilizadas.

Com informações do Estadão