Array
Notícias

América Latina vai reflorestar 20 milhões de hectares degradados até 2020

Array
América Latina vai reflorestar 20 milhões de hectares degradados até 2020
Crédito: planeta10.com.br

Sete países da América Latina se comprometeram a replantar 20 milhões de hectares de terras degradadas até 2020. O compromisso terá US$ 365 milhões em apoio de parte de investidores privados. A Iniciativa 20×20, como foi chamada, tem como objetivo reduzir as emissões de gases de efeito estufa, gerados pelo desmatamento e pela mudança no uso do solo.

Paralelamente à Conferência Climática das Nações Unidas (COP20), ministros da Agricultura e do Meio Ambiente de México, Peru, Guatemala, Colômbia, Equador, Chile e Costa Rica apresentaram o plano de recuperação de solos de seus respectivos países. O México comprometeu-se a recuperar 8,5 milhões de hectares; o Peru 3,2 milhões; a Guatemala 1,2 milhão; e a Colômbia 1 milhão. Já o Equador propôs reflorestar 500.000 hectares; o Chile 100.000 e a Costa Rica 50.000. Além disso, foi lançado um plano regional para a preservação da Patagônia, que recuperaria 4,1 milhões de hectares; e outro de florestas, de 1,6 milhões de hectares.

De acordo com o Centro Internacional de Agricultura Tropical, estima-se que haja na América Latina 200 milhões de hectares de terras degradadas. “No Peru, perdemos florestas a uma velocidade impressionante. As atividades que mais pressionam (o desmatamento) são a mineração ilegal, o sobrepastoreio e o plantio de coca. Precisamos encarar um replantio produtivo e conseguir uma agricultura neutra em carbono”, alertou o ministro da Agricultura, Juan Manuel Benites.