Array
Notícias

Nível de água em reservatórios brasileiros é o menor desde 2001

Array
Nível de água em reservatórios brasileiros é o menor desde 2001
Vista aérea do reservatório Jaguari/Jacareí: principal produtor de água para o Sistema Cantareira / Crédito: Adriano Fagundes/ISA

O volume de água dos reservatórios das usinas hidrelétricas que operam nas regiões Sudeste e Centro-Oeste atingiu, no início desta semana, o nível mais baixo desde 2001, ano em que o país foi obrigado a adotar o racionamento de energia. Segundo o Operador Nacional do Sistema (ONS), os reservatórios chegaram a 20,93% de sua capacidade máxima nesta terça-feira (21). Na mesma data de outubro de 2001, o volume registrado atingia 21,39% do limite máximo.

Projeção divulgada há duas semanas pela ONS aponta que, caso a estimativa de chuvas para os próximos dias se confirme, o nível dos reservatórios do Subsistema Sudeste/Centro-Oeste continuará caindo e chegará, em 31 de outubro, a apenas 19,9% da capacidade máxima, o mais baixo percentual registrado desde 2000. Nas duas regiões, as chuvas dos últimos dias foram insuficientes para alterar esse quadro. Nos reservatórios de Ilha Solteira e de Três Irmãos, no noroeste paulista, os níveis de armazenamento chegaram a zero.

A situação é preocupante também na Região Nordeste. Na média, os reservatórios operavam, nesta quarta-feira (22), com apenas 17,5% de sua capacidade máxima. Abastecida pelas águas do rio São Francisco, o reservatório da Usina de Sobradinho (BA) armazenava apenas 23,7% de seu limite máximo. Já as usinas de Luiz Gonzaga (BA/PE) e de Três Marias (MG) tinham, respectivamente, 17,7% e 3,5% da capacidade de armazenamento.

Com informações da Agência Brasil