Array
Notícias

Japão terá maior central solar flutuante do mundo

Array
Japão terá maior central solar flutuante do mundo
Crédito: Divulgação

O Japão terá a maior central solar flutuante do mundo. Duas grandes corporações do país, Kyocera e Century Tokyo Leasing, se uniram para construir duas enormes ilhas de painéis solares que irão flutuar em dois reservatórios e gerar 2,9 megawatts (MW) de energia. O objetivo é gerar 3.300 megawatts/hora por ano, eletricidade necessária para alimentar 920 casas. A expectativa é de que os trabalhos comecem em setembro e a exploração em abril de 2015.

Os painéis serão instalados em dois reservatórios de água na cidade de Kato, na prefeitura de Hyogo. A primeira unidade, com potência de 1,7 MW, será implementada no lago Nishihira e será, de acordo com informações divulgadas, a maior instalação de seu tipo no mundo. A segunda ilha ficará no lago Dongping, com potência para gerar 1,2 MW de energia.

A construção de centrais solares flutuantes tenta responder à falta de terrenos compatíveis ao projeto, um problema que limita as possibilidades de instalação de grandes centrais.

A Kyocera espera alcançar uma potência instalada de 60 MW até março de 2015, com ao menos 30 usinas flutuantes.