Array
Notícias

Brasil participará em outubro de marcha internacional em defesa de elefantes

Array
Brasil participará em outubro de marcha internacional em defesa de elefantes
Crédito: Global March for Elephants and Rhinos/ Facebook

No dia 4 de outubro deste ano, as cidades de São Paulo e Rio de Janeiro serão palco da Marcha Internacional pelos Elefantes e Rinocerontes. Estes gigantes são vítimas cada vez mais frequentes do comércio de marfim e consequente caça ilegal. De acordo com estudo publicado na última semana no Proceedings of the National Academy of Sciences, estima-se que 100.000 elefantes foram vítimas da caça entre 2010 e 2012. A atividade é responsável pela redução de 2% a 3% da população desses animais no continente africano.

Em janeiro de 2012, um grupo de homens armados invadiu o Parque Nacional Bouba Ndjidah, em Camarões, e matou mais de 600 elefantes, incluindo bebês e filhotes que ainda nem tinham presas de marfim. Esta foi uma das piores matanças ocorridas desde 1989, quando o comércio de marfim foi proibido em todo o mundo. “A última vez que vimos uma crise de elefantes como esta foi nos anos 80. Naquela década a África perdeu metade de sua população de elefantes. Um animal foi morto a cada dez minutos, durante dez anos”, relatou Bryan Christy, da National Geographic.

Apesar da proibição global de comércio de marfim, uma quantidade enorme de elefantes ainda é morta por causa de suas presas. Atualmente, o comércio ilegal continua lucrando cerca de meio bilhão de dólares a cada ano. Embora sejam feitos grandes esforços para combater o comércio ilegal, a taxa de sucesso é de apenas 10%. Estimativas conservadoras calculam que atualmente existam por volta de 400 mil elefantes africanos no mundo.

“O tráfico ilegal de marfim é comparável ao tráfico ilegal de armas ou ao tráfico de drogas, mas ele recebe apenas uma fração dos recursos destinados a resolver o problema, ao policiamento. O tráfico ilegal de marfim tem todos os componentes do crime transnacional organizado”, afirmou Bryan Christy, da National Geographic.

Mais de 100 cidades ao redor do mundo terão a Marcha Internacional pelos Elefantes e Rinocerontes no dia 4 de outubro. Compareça e marche em defesa desses animais tão importantes! Ajude a preservá-los e garantir que as futuras gerações ainda possam conhecê-los. Se não puder comparecer ao evento, assine a petição pela proibição do comércio de quaisquer objetos oriundos de marfim no Brasil. Quer saber mais sobre o comércio ilegal de marfim? Assista este vídeo.