Array
Notícias

Investimentos em energias renováveis caíram 14% em 2013

Array
Investimentos em energias renováveis caíram 14% em 2013
Usina solar instalada nos EUA com capacidade de gerar energia para 140 mil moradias / Crédito: Steve Marcus/Reuters

Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), os investimentos mundiais em energias renováveis caíram 14% em 2013. Com exceção da hidroeletricidade, os investimentos despencaram para US$ 214,4 bilhões em 2013, um recuo de US$ 35,1 bilhões em comparação com o ano anterior e 23% abaixo do recorde anterior de 2011. Pela primeira vez, a China liderou os aportes no setor, ultrapassando a Europa.

Na Europa, que tem sido líder mundial no apoio ao desenvolvimento das renováveis, os investimentos despencaram 44% para US$ 48 bilhões no ano passado. Na China, a queda foi de 6% para US$ 56 bilhões, enquanto nos Estados Unidos a redução foi de um décimo, para US$ 36 bilhões.

O relatório destacou que após nove anos de crescimento, 2013 foi o primeiro em que os investimentos em renováveis caíram nos países emergentes. Apesar disso, o setor das energias renováveis não recebeu apenas más notícias.

A proporção de geração global de eletricidade subiu para 8,5%, contra 7,8% em 2012. Excluindo a hidroeletricidade, as renováveis corresponderam a 43,6% da capacidade geradora recém-instalada em 2013.

A energia solar ainda tem o maior suporte dos investidores, enquanto o preço médio de instalação de um painel solar caiu 60%.

Com informações da France Presse