Array
Notícias

Mais da metade dos cães americanos está acima do peso

Array

A Associação para Prevenção da Obesidade em Pets alertou que mais da metade dos cães americanos está acima do peso. Assim como ocorre com os humanos, o excesso de peso em animais está ligado a doenças como diabetes, hipertensão arterial, artrite (inflamação nas articulações), problemas renais e respiratórios. Para reverter o problema, profissionais da área estão ajudando os bichinhos a entrarem novamente em forma.

A Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade do Tennessee e o resort Morris Animal Inn, localizado na cidade de Morristown, em Nova Jersey, são alguns exemplos. Este último criou um programa de saúde e fitness para animais gordinhos em um complexo com mais de 2 mil metros quadrados. Há piscinas e esteiras apropriadas e uma equipe que acompanha os cães durante os exercícios e os premia com parfaits de vegetais. Os programas custam de 40 a 100 dólares por dia.

Cesar Millan, um popular treinador de cães, diz que a maioria dos cachorros está acima do peso por causa de donos preguiçosos que confundem comida com afeto e atenção. Deixar o cão no quintal não substitui um passeio, explica ele. “Os cães de hoje têm mordomos e empregadas. Eles não procuram mais sua comida, mas eles deviam trabalhar para comer”, afirmou Millan.

Ernie Ward, fundador da Associação para Prevenção da Obesidade em Pets, alerta que dietas inadequadas são responsáveis por 60% a 70% do ganho de peso em cães. Ele recomenda dar para o animal aquilo que você comeria se estivesse de regime: vegetais como cenoura, brócolis, aspargo e ervilha.