Array
Notícias

Município no litoral norte de São Paulo cria APA de 1,3 milhão de metros quadrados

Array
Município no litoral norte de São Paulo cria APA de 1,3 milhão de metros quadrados
Projeto para a criação da APA foi aprovado pela Câmara e sancionada pela Prefeitura de São Sebastião no final de agosto / Crédito: Munir El Hage/PMSS

No final de agosto deste ano, o município de São Sebastião, no litoral norte de São Paulo criou uma Área de Proteção Ambiental (APA) com 1,3 milhão de metros quadrados. Localizada entre as praias da Baleia e Barra do Sahy, a APA deve movimentar a economia e o turismo da região. A área forma um corredor de mangue e mata nativa que serão preservados pelo município.

Segundo Maria Fernanda Carbonelli, da ONG Movimento Preserve o Litoral Norte, a região é o habitat de 87 espécies de animais, sendo 14 ameaçadas de extinção. “São Sebastião vinha sofrendo bastante com a especulação imobiliária, principalmente a praia da Baleia e a barra do Sahy, e a questão do ecoturismo era muito pouco explorada. Entendendo as necessidades da comunidade e a necessidade de preservação do município, nosso movimento mapeou essa área por mais de três meses, catalogando todas as espécies que vivem aqui. Nossa ideia é aliar preservação à sustentabilidade”, afirmou Maria Fernanda.

De acordo com o secretário de Meio Ambiente, Eduardo do Rego, “a ideia da APA é trazer para a comunidade uma oportunidade de geração de emprego e renda com extrativismo, ecoturismo, exploração da educação ambiental e mercado científico para fazer da APA algo que ela tem um potencial enorme”.

Com a proteção da área, não será mais possível construir imóveis nem praticar a pesca profissional no local. Apenas construções antigas, às margens do rio Sahy serão mantidas. A próxima etapa, segundo a prefeitura, é desenvolver um projeto de uso do espaço.