Array
Notícias

Organização Ponto Terra comemora 18 anos

Array
Organização Ponto Terra comemora 18 anos

A organização Ponto Terra está completando 18 anos de lutas pela conservação do meio ambiente em equilíbrio com o desenvolvimento sustentável. Para celebrar, a ONG realizará, na próxima segunda-feira (26), uma noite de reflexão e homenagem àqueles que marcaram a história ambiental em Minas Gerais.

O homenageado especial é Ângelo Barbosa Monteiro Machado, médico, professor, entomólogo e escritor. Machado descreveu cerca de 100 espécies de libélulas e seu nome foi incorporado a 55 organismos, entre libélulas, borboletas, abelhas, besouros, aranhas e até um fungo. Ele escreveu 37 livros infanto-juvenis e três para adultos. Teve seis peças infantis encenadas e duas comédias para adultos. Em 2015 doou sua coleção pessoal de 35 mil libélulas catalogadas para a UFMG.

Castor Cartelle, fundador do Museu de Ciências Naturais da PUC Minas; José Cláudio Junqueira, professor do Mestrado em Direito Ambiental da Escola Superior Dom Helder Câmara; e José Carlos Carvalho, que já comandou Ibama e IEF, são outros ícones do ambientalismo que serão homenageados pela organização.

Também está prevista uma mesa redonda para discutir as DNs Copam 213, 214 e 217/2017. Bruno Malta e Junio Magela serão os debatedores. A mediação será feita por Homero Brasil, vice presidente da organização.

“Completar 18 anos é uma vitória. Enfrentamos muitos desafios e algumas derrotas pelo caminho, mas seguimos em frente, sempre com entusiasmo”, comentou Ronaldo Vasconcelos, presidente da instituição. Ele contou sobre o novo projeto da Ponto Terra, a construção de um Centro de Educação Ambiental (CEA) no distrito de Cachoeira do Campo, em Ouro Preto. A expectativa é que as obras comecem no próximo ano. “O centro está cercado por unidades de conservação: Estação Ecológica de Tripuí, Floresta Estadual do Uaimií e Parque Estadual do Itacolomi. Entre os atrativos, o CEA terá um espaço reservado para pesquisadores, além de atividades socioambientais com comunidades locais”, relatou. O projeto será apresentado na celebração.

O evento acontecerá na próxima segunda-feira (26) a partir das 18h30 no auditório do CREA-MG, localizado na avenida Álvares Cabral, 1.600, bairro Santo Agostinho, em Belo Horizonte.