Array
Notícias

Em ofício, Amda pede que propaganda do Governo que estimula o tráfico de animais silvestres seja retirada do ar

Array
Em ofício, Amda pede que propaganda do Governo que estimula o tráfico de animais silvestres seja retirada do ar
Crédito: Divulgação

O tráfico de animais silvestres é um dos grandes responsáveis pela extinção de várias espécies em todo o mundo. O governo, ente responsável pelo combate deste tipo de crime, deveria promover ações que inibam o tráfico e não o contrário. No entanto, propaganda do Governo do Estado de Minas Gerais que está sendo veiculada pela emissora Rede Globo mostra uma pessoa com uma maritaca no ombro, ave cuja comercialização e domesticação é crime previsto em lei federal e estadual.

A Amda – Associação Mineira de Defesa do Ambiente – enviou, na última sexta-feira (10), oficio para o Subsecretário de Comunicação Social, Sérgio Esser, pedindo a retirada da propaganda do ar, partindo do pressuposto que não se pode veicular anúncios publicitários estimulando a prática de atos ilícitos, principalmente se tratando do poder público.

No ofício, a entidade afirma que “as ações educativas promovidas pelo poder público já são extremamente tímidas e atingem pequena parcela da população. Ao se veicular anúncios publicitários como o aqui mencionado, as pessoas desinformadas tomam como normal a domesticação e posse, tanto da maritaca quanto de outras espécies de animais silvestres”.

A Amda também aponta a falta de interação entre os diversos setores do governo. “Ao mesmo tempo em que a Secretária Estadual de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável é responsável pela proteção e conservação das espécies da fauna silvestre, a Assessoria de Comunicação permite a veiculação do anúncio.”

No documento, ainda é ressalto que “a educação da sociedade é de suma importante no combate ao tráfico. Sem mercado não há razão para os traficantes retirarem os animais da natureza.”