Array
Notícias

Campanha pressiona McDonald’s para eliminar celas de gestação de porcas reprodutoras

Array
Campanha pressiona McDonald’s para eliminar celas de gestação de porcas reprodutoras

Uma campanha lançada pela Organização Não Governamental (ONG) Associação Humanitária de Proteção e Bem-Estar Animal (Arca Brasil) e por artistas pede que a rede de fast-food McDonald’s se comprometa com a abolição do uso de celas de gestação – pequenos cubículos de metal onde os animais não conseguem nem andar ou se virar – para porcas reprodutoras, uma prática cruel e que já é proibida em alguns países. No ano passado, a rede se comprometeu com a mudança nos EUA, mas ainda não estendeu essa política ao Brasil.

A mobilização pelo fim das celas de gestação tem o apoio da modelo e ex-VJ Ellen Jabour, o ator da TV Record Eduardo Pires e da atriz global Thaila Ayala. No vídeo da campanha, os artistas explicam e mostram como os animais vivem praticamente a vida toda nos cubículos. Em um trecho, Eduardo afirma que os porcos são animais muito sensíveis e bastante inteligentes, até mais que os cachorros.

Em fevereiro de 2012, o vice presidente da cadeia de suprimentos do McDonald’s na América do Norte, Dan Gorsky, fez a seguinte declaração: “o McDonald’s acredita que as celas de gestação não são um sistema de produção sustentável para o futuro. Existem alternativas que acreditamos ser melhores para o bem-estar das porcas”. Nada similar foi anunciado para o Brasil ou para a América Latina.

“O McDonald’s tem que ser coerente e adotar no Brasil os mesmos padrões éticos e de bem-estar animal que já tem nos EUA. As pesquisas são claras: a grande maioria dos consumidores brasileiros se importa com a questão e não quer que os animais sejam maltratados durante a produção de alimentos”, afirmou Marco Ciampi, presidente da ARCA.

Além do vídeo, também foi criada uma petição no site Change.org que já possui mais de 24 mil assinaturas. “Não importa se você vai ou não ao McDonald’s, é fundamental que você faça isso pelos animais”, apela Thayla Ayala no vídeo. A Amda apoia a campanha contra as celas de gestação. Além de publicação no site, a entidade também está divulgando a petição nas redes sociais que participa. Assine e compartilhe com seus amigos!

McDonald’s é acusado de maus tratos

Ativistas da organização Mercy for Animals Canada filmaram, com uma câmera escondida, os maus tratos a que galinhas, frangos e pintinhos são submetidos em uma fazenda na província de Alberta que, provavelmente, fornecem recursos ao McDonald’s. O vídeo mostra as más condições em que os animais são submetidos, galinhas mortas em processo de decomposição dentro das gaiolas e pintinhos cobertos de fezes.

O grupo afirma que a filmagem foi realizada por um espião e que a fazenda é fornecedora indireta de ovos para a rede de fast-food. Por meio de comunicado, o McDonald’s alegou que não admite maus tratos com os animais em nenhuma de suas etapas de produção. Segundo reportagem do portal CicloVivo, a rede nega envolvimento com o criadouro.