Array
Notícias

ONG aponta que investimentos para combater mudança climática estão abaixo do necessário para evitar efeitos mais perigosos

Array

Segundo relatório da Iniciativa para a Política Climática, os gastos globais para o combate à mudança climática caíram no ano passado e continuam bem abaixo do nível necessário para evitar os efeitos mais perigosos. Os investimentos em energias renováveis, eficiência energética e adaptação à mudança climática totalizaram 359 bilhões de dólares, 5 bilhões a menos do que em 2011.

“O investimento para combater e se adaptar à mudança climática está acontecendo no mundo todo, mas está aquém de onde deveria estar e os esforços para ampliá-lo não foram suficientemente bem-sucedidos”, disse Thomas Heller, diretor executivo da organização não governamental. A ONG promove esforços para reduzir o uso de combustíveis fósseis, apontados por cientistas com quase certeza como a principal causa do aquecimento global na era industrial.

Dados do relatório revelam que o investimento privado responde por 62%, ou 224 bilhões de dólares, do investimento climático total em 2012, e o restante vem de fontes públicas de financiamento, como incentivos, empréstimos e investimentos diretos. Os países ricos investiram 177 bilhões de dólares em atividades ligadas à mudança climática no ano passado, ao passo que os países em desenvolvimento investiram 182 bilhões de dólares.

A Agência Internacional de Energia estimou no ano passado que seria necessário investir 5 trilhões de dólares, até 2020, somente em energia limpa para manter a variação das temperaturas médias globais dentro de 2ºC, evitando assim os efeitos mais catastróficos da mudança climática.