Tartaruga gigante é vista no Equador após um século desaparecida

Chelonoidis Phantasticus em seu habitat natural /Crédito: Rodrigo Buendia (AFP)

Espécie é uma das 15 variedades de tartarugas gigantes existentes do país

Uma tartaruga gigante da espécie Chelonoidis phantasticus foi encontrada no arquipélago equatoriano de Galápagos depois de ficar desaparecida por mais de 100 anos. De acordo com as autoridades locais, o indivíduo era uma fêmea adulta e sua aparição foi registrada durante uma expedição à Ilha Fernandina, único habitat do animal.

As equipes do Parque Nacional de Galápagos (PNG) e da ONG Galapagos Conservancy foram as responsáveis pela localização da tartaruga, informou o Ministro do Meio Ambiente, Marcelo Mata, em sua conta na rede social Twitter. O último registro confirmado da espécie havia sido feito em 1906, quando a Academia de Ciências da Califórnia identificou um macho vivendo na ilha.

O grande declínio populacional da variedade se deve principalmente a intensa atividade vulcânica presente em Fernandina, ilha mais jovem de Galápagos e, consequentemente, a mais vulcanicamente ativa. As erupções comprometeram grande parte de seu habitat, estimado hoje entre 39 e 137 km². Na última avaliação da União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN), de 2015, a tartaruga foi avaliada como criticamente ameaçada e possivelmente extinta.

Para os pesquisadores, o registro deste ano, aliado aos vestígios encontrados em expedições anteriores, indicam que pode haver mais espécimes na região. O próximo passo é procurar por mais exemplares e tentar reproduzi-los.

Biodiversidade

Galápagos abriga uma das maiores taxas de endemismo do mundo, isto é, grande parte de suas espécies não ocorrem em nenhum outro lugar do mundo. Cerca de 80% das aves, 97% dos répteis e mamíferos terrestres e mais de 30% das plantas são endêmicas ao arquipélago, de acordo com a Galapagos Conservancy.

As tartarugas gigantes estão entre as singulares criaturas existentes nas ilhas. Ao todo, 15 espécies do grupo ocorrem na província do Equador. Além de Galápagos, apenas no Atol Aldabra, no Oceano Índico, estes répteis podem ser encontrados.

Rua Antares, 100, Santa Lúcia
Belo Horizonte / MG CEP: 30360-110
Telefone: (31) 3291 0661

Assine e receba as novidades e notícias sobre nossas ações, eventos e meio ambiente