Primeiro viaduto para travessia de fauna do país é instalado no Pará

Passagem da fauna em trecho que corta a Floresta Nacional de Carajás / Crédito: Ibama
Passagem da fauna em trecho que corta a Floresta Nacional de Carajás / Crédito: Ibama

Construção foi condicionante imposta pelo Ibama para licença de instalação para projeto minerário

O Brasil ganhou seu primeiro viaduto para passagem da fauna, construído no Pará. A estrutura foi erguida sob a ferrovia que corta a Floresta Nacional de Carajás.

A passagem foi instalada para cumprir condicionante imposta pelo Ibama para liberação da Licença de Instalação (LI) para construção do Ramal Ferroviário Sudeste do Pará, que escoará minério produzido pela Vale na mina S11D até a Estrada de Ferro Carajás.

Para assegurar o direcionamento dos animais, o viaduto foi cercado de arame galvanizado de 2,2 metros de altura ao longo de 100 metros de extensão para cada lado dos acessos. Espécies arbustivas e de pequeno porte foram plantadas nas laterais.

Segundo o Ibama, outras 30 passagens, entre viadutos e túneis, foram instaladas ao longo dos 100 quilômetros do ramal. Já existem registros do trânsito de capivaras, tatus, jaguatiricas, tamanduás-bandeira, cachorros do mato, cutias, iguanas e gatos-mouriscos.

O Centro Brasileiro de Estudos em Ecologia de Estradas estima que 475 milhões de animais silvestres morrem anualmente nas estradas brasileiras vítimas de atropelamentos.

Estradas e ferrovias também causam problemas indiretos à fauna, pois geram o efeito barreira. Isso significa que os animais não são encorajados a atravessar rodovias e, por isso, problemas como isolamento e perda de variabilidade genética são crescentes, acarretando extinções locais e regionais.

Rua Antares, 100, Santa Lúcia
Belo Horizonte / MG CEP: 30360-110
Telefone: (31) 3291 0661

Assine e receba as novidades e notícias sobre nossas ações, eventos e meio ambiente