Notícias

Centro de Educação Ambiental da Vale completa 27 anos

Mais de 100 mil pessoas já visitaram o espaço em Araxá

10 de Novembro de 2017
Foto Projeto
Crédito: Vale/divulgação

O Centro de Educação Ambiental do Complexo Mineroquímico de Araxá (MG), da Vale Fertilizantes, completou 27 anos. Desde a sua criação, em 1990, cerca de 110 mil pessoas visitaram o CEA, número maior que o da população de Araxá.

O centro oferece palestras e oficinas de educação ambiental, cursos de formação de monitores, visitas orientadas e a trilha ecológica Cascatinha Por um Dia. Além disso, o complexo possui um viveiro que produz cerca de 50 mil mudas por ano, de 120 espécies, para recuperar áreas da região. Nos últimos anos, mais de 80 hectares foram reflorestados no município.

A história do instrutor de educação ambiental Antônio Geraldo Alves Ribeiro se confunde com a do centro. Gerê, como é conhecido, trabalha no CEA há 26 anos.

"Tenho a sensação de que muito já foi feito. São mais de 100 mil pessoas que participaram das atividades. E quantas delas não colocaram em prática as informações e os conhecimentos adquiridos? É fantástico saber que tanta gente pode ter mudado para melhor o seu comportamento e as suas atitudes frente às questões ambientais", comentou.

Segundo Gerê, muitos filhos de empregados e alunos de escolas que participaram das iniciativas do CEA, como colônia de férias e visitas orientadas, escolheram um curso superior na área ambiental.

"Este Centro de Educação Ambiental foi pioneiro no Brasil e inspirou muitos outros. O entusiasmo do Gerê em quase três décadas é de impressionar. Ele fala das atividades educativas como se tivesse começado ontem", elogia Dalce Ricas, superintendente da Amda.