Notícias

Golfinhos treinados podem salvar botos em extinção

Animais vão localizar grupos isolados de botos, que serão levados para santuário

10 de Julho de 2017
Foto Projeto
Boto-do-pacífico, também conhecido como vaquita, está à beira da extinção / Crédito: Greenpeace

O boto-do-pacífico, também conhecido como vaquita, está à beira da extinção. Um projeto inusitado do México pretende salvar os animais com ajuda de seus primos, os golfinhos. Cientistas estimam que haja menos de 40 botos ainda vivos em seu habitat natural, no Golfo da Califórnia.

A ideia é utilizar golfinhos treinados pela Marinha americana para localizar grupos isolados de botos e transportá-los para um santuário, que o governo mexicano promete criar no mar de Cortés, oeste do país.

Segundo Rafael Pacchiano, ministro de Meio Ambiente do México, o projeto deve começar em setembro. "Passamos o último ano trabalhando junto à Marinha com um grupo de golfinhos treinados para encontrar áreas inexploradas", afirmou. Os animais já estão capacitados para encontrar mergulhadores perdidos no mar e agora praticarão a busca de seus "primos" botos.

Recentemente, o governo mexicano também anunciou o veto permanente ao uso de redes de pesca em uma área de mil quilômetros do Golfo da Califórnia. As redes - usadas sobretudo na pesca de camarões e do peixe totoaba - são a principal causa de morte dos botos-do-pacífico, conhecidos localmente como vaquitas.

Conheça mais sobre a vaquita.