Notícias

Marília Melo fala sobre segurança hídrica e abastecimento urbano na Terça Ambiental da Amda

Tema foi objeto de estudo da tese de doutorado da palestrante

09 de Março de 2017
Foto Projeto
Marília Melo na Terça Ambiental da Amda / Crédito: Arquivo Amda

A Subsecretária de Fiscalização Ambiental da Secretaria de Meio Ambiente, Marília Carvalho de Melo, apresentou sua tese de doutorado 'Segurança Hídrica para Abastecimento Urbano: Proposta de Modelo Analítico e Aplicação na Bacia do Rio das Velhas, Minas Gerais', na Terça Ambiental da Amda, realizada no dia 7, no auditório do Senac.

A bacia do rio das Velhas é responsável pelo abastecimento de 80% da capital mineira. A subsecretária limitou sua pesquisa aos municípios de municípios de Nova Lima, Ouro Preto, Itabirito e Rio Acima. De acordo com dados apresentados pela palestrante, de 1999 à 2015, a ocupação de solo para mineração triplicou, e a malha urbana praticamente dobrou.

"O crescimento urbano e ocupação do solo, frequentemente sem planejamento, resultam em alterações na disponibilidade, qualidade e regime das águas em seu território.", afirmou.

A Marília explicou que a gestão de águas em áreas urbanas é um tema muito complexo porque, além da alta demanda, é uma questão que sofre influência de políticas públicas de vários setores. Ela ainda afirmou que, diferente do que muitas pessoas acreditam, 75% da água do mundo é destinada para consumo doméstico. E em Belo Horizonte, 36% da água é perdida no processo de distribuição.

"Países como Austrália conseguiram redução dos gastos de água apenas com mudança dos equipamentos domésticos.", informou.